Podcast Folheando

Nous sommes ravi.e.s de vous présenter un nouveau projet de l’association. Depuis juin 2020, l’association a lancé son podcast Folheando, un moment d’échanges entre chercheur.e.s et acteur.ices du monde universitaire et culturel brésilien. 

Logo Folheando.jpg

EPISÓDIOS 

#23 Historiografia, biografia e história LGBTQI+ - entrevista com Benito Bisso Schmidt

Neste episódio de Folheando, Natália Guerellus conversa com o professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Benito Bisso Schmidt. O caminho profissional do historiador está conectado à França, pelos intercâmbios, pesquisas e estágios docentes que aí realizou em seus trinta anos de carreira. Nesta conversa, os focos são a biografia, fio condutor das pesquisas do historiador, além da história social e, mais recentemente, da história LGBTQI+, um trabalho pioneiro no contexto brasileiro. A diversidade, a originalidade e a potência da historiografia brasileira aparecem neste relato único de um historiador excepcional.

 

# 22 Gênero, sexualidade, sertanidades - Entrevista com Vânia Vasconcelos

Neste episódio do Folheando, Natália Guerellus conversa com a historiadora Vânia Vasconcelos sobre as possibilidades e potencialidades do estudo do sertão brasileiro através de uma pespectiva de gênero e pós-colonial. Vânia argumenta, a partir de sua própria experiência afetiva e de pesquisa, sobre as principais contribuições de uma literatura do Sul, que tem sido crítica à universidade em seus modelos eurocêntrico e conservador.

 

#21 Cinema e história - entrevista com Eduardo Morettin

Neste episódio, Aline dell'Orto conversa com Eduardo Morettin, professor de História do Audiovisual da Escola de Comunicações e Artes da USP. Eduardo é especialista da relação entre história e cinema, defendendo o que ele chama de "monumentalização cinematográfica". Conversamos sobre o papel do cinema enquanto criador de sentimento nacional e do seu "dever de memória", além de outros assuntos igualmente interessantes.

#20 - "A cidade que dança" - entrevista com Leonardo Affonso de Miranda Pereira

Neste episódio, Aline dell'Orto conversa com o historiador e professor da PUC-Rio Leonardo Affonso de Miranda Pereira sobre os clubes dançantes do Rio de Janeiro do começo do século XX. Espaços de sociabilidade operária, mas também de afirmação de identidades raciais e de gênero, essas associações recreativas foram estudadas por Leonardo no seu novo livro "A cidade que dança", publicado em 2021 pela Editora da Unicamp.

#19 - A França e a ditadura militar brasileira - entrevista com Paulo César Gomes

Neste episódio do Folheando, Natália Guerellus conversa com o historiador Paulo César Gomes, fechando a série de podcasts publicados em torno do tema da ditadura militar brasileira. O historiador conta seus mais de dez anos de pesquisa em torno da temática e, principalmente, o resultado de sua tese de doutorado, "Liberdade vigiada: as relações entre a ditadura militar brasileira e o governo francês, do golpe à anistia", publicada pela editora Record em 2019.

 

#18 - Cultura na ditadura - entrevista com Marcos Napolitano

Nesse 1o de abril onde lembramos os 57 anos do golpe militar de 1964, Nathalia Capellini recebe no Folheando o Prof. Marcos Napolitano da USP, para uma discussão sobre a cultura durante a ditadura, relembrando a política oficial, a censura, a repressão e a cultura de oposição. 

 

Discutimos também sobre a construção social da memória da ditadura militar e a aparição de um negacionismo e revisionismo histórico sobre o período, que está ganhando mais força atualmente.

#17 - Rir da ditadura - entrevista com Mélanie Toulhoat

Neste episódio, Aline dell’Orto entrevista Mélanie Toulhoat, co-presidente da ARBRE et doutora em História. Durante a sua tese de doutorado, a Mélanie estudou o humor gráfico produzido durante a ditadura militar como forma de resistência a ela. Ela explica aqui no Folheando como ela concebeu esse objeto de pesquisa e como esse humor se apresentou como resistência.

#16 - A música brasileira e a indústria cultural, dos Mutantes a Emicida - entrevista com Daniela Vieira dos Santos

Neste episódio do Folheando, Natália Guerellus conversa com Daniela Vieira dos Santos sobre os trabalhos que a socióloga vem desenvolvendo no campo da história da música brasileira e de suas relações com a indústria cultural. A conversa trata dos Mutantes, de Chico Buarque, Caetano Veloso, Emicida, Criolo e de como a nação brasileira vem sendo problematizada por estes artistas.

 

#15 - Cinema publicitário, um ramo da cultura - entrevista com Marcella Féo

Neste episódio, Aline dell'Orto conversou com Marcella Féo, coordenadora de produção na Boiler Filmes. A Marcella contou pra gente um pouco dos bastidores da área de produção, as aspirações culturais do setor e sobre o vídeo clipe premiado Bluesman que ela coordenou. 

#14 - Petróleo e cultura no Brasil - entrevista com Antoine Acker

Neste episódio Nathalia Capellini conversa com Antoine Acker, professor na Universidade de Zurich na Suíça. Eles discutem sobre  história ambiental e cultura e sobre a história da exploração do petróleo no Brasil, discutindo fontes sonoras. 

 

#13 - História, Arte, Museus - entrevista com Moema Bacelar Alves

Neste episódio Natália Guerellus entrevista Moema Bacelar Alves, doutora em História pela Universidade Federal Fluminense, pesquisadora do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM - Rio) e do Instituto Hercule Florence, além de ser professora contratada do CAP/UERJ. A conversa gira em torno de uma história social da arte, do patrimônio, em torno da pesquisa e do ensino; tudo isso a partir de uma trajetória profissional interdisciplinar e rica em experiências com a recepção das obras de arte pelo grande público.

#12 - História, Cidade, Esporte - entrevista com Vivian Luiz Fonseca

Neste episódio Natália Guerellus entrevista Vivian Luiz Fonseca, pesquisadora e professora da Fundação Getúlio Vargas e da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Ela, que também foi praticante de capoeira durante muitos anos, acabou por transformar sua paixão em tese de doutorado. Mas este foi só o começo de pesquisas que a levaram a pensar o patrimônio material e imaterial da cidade do Rio de Janeiro através de iniciativas participativas, de projetos coletivos e por meio de plataformas digitais .

#11 - Viver os Feminismos - entrevista com Miriam Pillar Grossi

Neste episódio Natália Guerellus entrevista a antropóloga Miriam Pillar Grossi, um dos expoentes dos Estudos de Gênero no Brasil e testemunha da história dos feminismos brasileiros, desde sua organização durante a ditadura militar até a pluralidade da militância atual. Para além de tratar dos trabalhos da autora, então, este episódio conta um pouco dessa rica história, hoje sob grande ataque da política conservadora.

#10 - Ouvindo chorinho na Europa - entrevista com Etienne Clement

Neste episódio nossa convidada especial, Cecília Pires, entrevista  Etienne Clement, um dos principais responsáveis pela organização de uma rede de "choro" na Europa, ajudando a valorizar, divulgar e demonstrar a  originalidade desta música brasileira.

 

#09 – O passado em letras – entrevista com Sébastien Rozeaux

No episódio de hoje, conversamos com Sébastien Rozeaux, historiador especialista em literatura brasileira do século XIX e autor de “Préhistoire de la lusophonie”. Falamos sobre a formação da nação brasileira através da literatura, mas também sobre circulações internacionais da literatura e sobre a relação entre o historiador e seu público.

 

#08 - Itinerários urbanos da literatura brasileira - uma entrevista com François Weigel

Nesse episódio Nathalia Capellini entrevista o pesquisador François  Weigel, professor de língua francesa e literatura comparada na  Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Eles discutem sobre as  pesquisas de François sobre o romance contemporâneo e o espaço urbano no  Brasil, sobre o olhar de um pesquisador estrangeiro para a literatura  brasileira e traçam linhas de reflexão sobre o papel da literatura na  crise atual.

#07 - O festival de cinema Brésils en Mouvements - uma entrevista com Beatriz Rodovalho

Nesse episódio Nathalia Capellini entrevista Beatriz Rodovalho, doutora em cinema e coordenadora de programação do festival de filmes brasileiros em Paris “Brésil en Mouvements” organizado pela associação Autres Brésils. Elas conversam sobre a programação desse ano, do papel de um festival de filmes brasileiros na França e sobre a pesquisa da Beatriz com filmes amadores.

O festival Brésil en Mouvements acontece do 2 ao 4 de outubro em Paris no cinema Les 7 Parnassians e a programação completa está disponível no site da associação Autres Brésils.

Para saber mais sobre a ARBRE, consulte nosso site: http://www.arbre-asso.com

#06 - Música, para o que te quero? - uma entrevista com Cecília Pires

Neste episódio Natália Guerellus entrevista a doutoranda e flautista Cecília Pires, que nos fala de sua trajetória profissional, entre a música e a pesquisa acadêmica, no Brasil e na França. Cecília nos apresenta seu trabalho sobre o movimento Armorial em Pernambuco nos anos da ditadura militar e suas repercussões nos dias de hoje. Dicas incríveis de livros e álbuns fecham esta entrevista inusitada.

#05 - Modos feministas de criar - uma entrevista com Gabriela de Laurentiis

Nesse episódio Nathalia Capellini entrevista a artista e historiadora  Gabriela de Laurentiis sobre as ligações entre prática artística e  pesquisa em história, o feminismo como método de análise e sobre a sua  noção de « modos feministas de criar » na arte. 

#04 - O Brasil e suas relações culturais internacionais - uma entrevista com Símele Soares Rodrigues

Neste quarto episódio, a Natália Guerellus entrevista a historiadora Símele Soares Rodrigues, professora na Universidade Lyon 3. A Símele fala sobre sua trajetória enquanto historiadora das relações culturais internacionais do Brasil e sobre o processo que ela chamou de americanização "convidada" nos tempos da Guerra Fria.

#03 - A história para além da academia : uma entrevista com Agnes Alencar

Nesse episódio, Aline dell'Orto entrevista Agnes Alencar, historiadora e educadora, que hoje atua como Gerente de pesquisa no Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. As duas conversam sobre a trajetória da Agnes, seus centros de interesse profissionais e, especialmente, o lugar ocupado pela história nas diferentes funções que ela ocupou na Revista de História da Biblioteca Nacional, na fundação Gastromotiva, nos arquivos da Rede Globo e no Arquivo Geral da Cidade. 

#02 - Imprensa e nação: uma entrevista com Isabel Lustosa

 No segundo episódio, Aline dell'Orto entrevista Isabel Lustosa, historiadora e pesquisadora da Fundação Casa de Rui Barbosa. O trabalho de Isabel "Insultos impressos" já é há muitos anos um clássico da historiografia brasileira, onde o papel da imprensa nas lutas pela Independência é colocado no seu lugar de centralidade. A autora retoma seus trabalhos sobre a imprensa, em especial seu novo livro "O jornalista que imaginou o Brasil", uma biografia do jornalista da época Hipólito da Costa. Mas, como será que a questão nacional se insere nas pesquisas sobre imprensa?

#01 - Cultura em sociedade: uma entrevista com Laura de Mello e Souza

No episódio de hoje, Nathália Capellini conversa com a historiadora Laura de Mello e Souza. Muito conhecida por seus trabalhos sobre feitiçaria nos tempos da América portuguesa, também se debruçou sobre o funcionamento administrativo da colônia. Hoje, a historiadora coloca no papel suas antigas reflexões sobre história do meio ambiente. A Nathália Capellini e a Laura abordam esses temas e outros no episódio de hoje.

#0 - A ARBRE e seu podcast

Quer conhecer melhor a Association pour la Recherche sur le Brésil en Europe, que produz este podcast, e os conteúdos que serão tratados nos episódios a seguir? É por aqui!