Colóquio As imagens da França no Brasil: do modelo à caricatura (sec. XIX e XX)

 

Programa do colóquio:

 

10 de setembro de 2009

Brasil-França: por uma genealogia dos imaginários (séculos XIX e XX)

9h - Apresentação

Recepção dos participantes

Apresentação geral do evento : Hugues Goisbeault (Cônsul Geral da França no Rio de Janeiro), José Almino de Alencar (presidente da Fundação Casa de Rui Barbosa), Anaïs Fléchet (presidente da associação ARBRE) e Tânia Bessone (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

 

9h30-10h30-  Introdução

Robert Frank (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne): Imagens e imaginários nas relações internacionais

Tânia Bessone (Universidade do Estado do Rio de Janeiro): Relações França Brasil: Uma revisão historiográfica

 

10h45-12h - A França e a independência do Brasil

Lúcia Maria Bastos Pereira das Neves (Universidade do Estado do Rio de Janeiro): Napoleão Bonaparte e o Brasil: representações, política e imaginário (1808-1822)

Marco Morel (Universidade do Estado do Rio de Janeiro): Terra da tirania, Pátria das Luzes ou redemoinho da Revolução? Metamorfoses políticas e culturais da França para o Brasil.

Debatedora: Tânia Bessone (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

  

14h-16h -  Império e Belle Epoque: um apogeu do modelo francês?

Sébastien Rozeaux (Université Lille 3): Polêmicas França/Brasil sob o Império e na Belle Epoque. O nascimento do nacionalismo cultural brasileiro à imagem da França

Hugo Rogelio Suppo/Mônica Leite Lessa (Universidade do Estado do Rio de Janeiro): A emigração proibida: o caso França-Brasil (1875-1908)

Ingrid Hötte Ambrogi (Universidade Presbiteriana Mackenzie): À la française: a educação das elites paulistanas na Primeira República

Debatedor: Marco Morel (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

 

16h30-18h - A ruptura da Primeira Guerra Mundial

Olivier Compagnon (Institut des Hautes Études de l’Amérique Latine/Institut Universitaire de France): “A guerra é que nos fez despertar”. Os intelectuais brasileiros e a França durante a Primeira Guerra Mundial

Sílvia Capanema P. de Almeida (EHESS): “Um sonho comum: invadir Paris” – O humor brasileiro e a caricatura dos franceses durante a Primeira Guerra Mundial

Debatedor: Robert Frank (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne)

 

11 de setembro de 2009

Do outro lado do espelho. Intercâmbios culturais e pontes míticas entre a França e o Brasil

 

9h-10h - Introdução

Pascal Ory (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne): Contato, transferência, aculturação? Um problema de vocabulário

Monique Augras (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro): Pontes míticas entre França e Brasil: diálogo de imaginários

 

10h15-12h00 - Rio, Paris e os prazeres do corpo

Mônica Pimenta Velloso (Fundação Casa de Rui Barbosa) Cocottes, Divas e mulatas nas folhas do "Bataclan" e "Rio Nú"

Lená Medeiros de Menezes (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) : Francesas no Rio de Janeiro: representação ‘civilizada’ da prostituição

Anaïs Fléchet (Université Paris IV Sorbonne): Vou a Paris… Se você vai ao Rio. Atração parisiense e exotismo carioca na canção popular (séc. XIX-XX)

Debatedor: Pascal Ory (Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne)

 

14h-15h30 – Modernidade, criação e transferências culturais

Maria Inez Turazzi (Museu Imperial/ Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) : “Ilustres e prestimosos”? Imagens e controvérsias em torno de Florence, Daguerre e a invenção da fotografia

Arnaldo Contier (Universidade de São Paulo/Universidade Presbiteriana Mackenzie): Villa-Lobos (“O Índio de Casaca”) e Claude Debussy: modernismo, impressionismo e primitivismo

Silvana Maria Pessoa de Oliveira (Universidade Federal de Minas Gerais) Art nouveau, macucos truffés à la Royale, consommés: traços da cultura francesa na poesia memorialística de Carlos Drummond de Andrade

Debatedor: Olivier Compagnon (Institut des Hautes Études de l’Amérique Latine/Institut Universitaire de France)

 

15h30-18h -  Arte e sensibilidades

Cláudia de Oliveira (Fundação Casa de Rui Barbosa):  O emergir das sensibilidades: pérfidas Salomés e novas formas de amar na modernidade carioca entre 1900 e 1930

Marize Malta (Escola de Belas Artes-Universidade Federal do Rio de Janeiro): Discussões acerca da modernidade e transculturação nas artes decorativas nacionais nos anos 20 e 30 - console Luís XV, bufete de bolacha ou mesa de aço e vidro?

Maria Luisa Luz Tavora (Escola de Belas Artes-Universidade Federal do Rio de Janeiro): matrizes francesas na gravura artística brasileira: Rio de Janeiro –  anos 60

Debatedora: Mônica Pimenta Velloso (Fundação Casa de Rui Barbosa)

  

18h15-19h : Conclusões gerais

Luiz Felipe de Alencastro (Université Paris IV-Sorbonne)

 

43, rue de l'Ourcq

75019 - France

© 2015 par ARBRE. Créé avec Wix.com